União Seguradora - 55+ (51) 3061-9606

notícias

25 mai Judicialização excessiva prejudica todo o mercado
25 mai Nova diretoria da Susep vai fiscalizar corretores e autorreguladora
18 mai Projeto de lei para alterar a relação entre clientes, seguradoras e corretores
18 mai Previdência complementar requer atenção aos tributos
28 abr Confiança do setor de seguros sobe 12,8% em abril com cenário político
13 abr Susep muda norma para transferência de carteiras
7 abr Aportes à previdência aberta sobem 24,3% em janeiro, diz FenaPrevi
7 abr Investidores aplicam mais em previdência privada aberta
7 abr Índice de Confiança do Setor de Seguros cresce 10,2% em março
29 mar Cerimônia de outorga da Medalha Cidade de Porto Alegre
28 mar Milton Machado recebe medalha Cidade de Porto Alegre
28 mar Segurada da União recebe prêmio de capitalização
2 mar Setor de seguros reduz faturamento, mas deve crescer 9% Em 2016
2 mar Lideranças do mercado de seguros debatem, em evento na Bahia, futuro do setor à luz dos cenários econômico e político do país
29 fev Susep edita normas para seguradoras, resseguradoras e previdência complementar
11 fev Segurada da União recebe prêmio de capitalização
10 fev Na crise, cresce o desafio de planejar a aposentadoria
8 jan Grupo Aspecir participa de homenagem ao Batalhão de Suez
6 jan Seis fatores para o sucesso da precificação de seguros
6 jan Principais súmulas e decisões de 2015 estão em relatório do Sacha Calmon
6 jan Juros do cartão de crédito chegam a 415,3%
30 dez Confiança do setor de seguros cai 20% em 2015
30 dez Susep aprova acordo entre AXA e SulAmérica no segmento de grandes riscos
30 dez Equilíbrio para grandes desafios
30 dez Expectativa é de mudança de rumos em 2016, diz vice-presidente da Anbima
18 dez Setor de seguros deve desacelerar no Brasil em 2016, prevê CNseg
16 dez Seguro DPVAT está entre principais fontes de custeio do SUS
16 dez CNSP Aprova Seis Resoluções Propostas Pela Susep
16 dez Mercado Segurador devolve para a sociedade R$ 300 milhões por dia
24 nov 56ª Edição do Festival Hípico Noturno
24 nov Mercado de seguro brasileiro vai resistir à recessão, diz Axa
24 nov VGBL sustenta o faturamento do setor de seguros
19 nov A Voz daTradição 083 - União Seguradora
12 nov JULIO MACHADO REPRESENTANTE DO MERCADO GAÚCHO NA CHAPA ÚNICA DA FENAPREVI
28 out Seguro é a saída para fundos de pensão enfrentarem risco de longevidade
28 out Como se preparar financeiramente para grandes eventos
14 out Para onde caminha o mercado de seguros
6 out Aspecir Previdência firma convênio com a FUSEPERGS
5 out Tradição e raízes são lembradas no 13° Troféu JRS
21 set Com crise, financeiras inovam e emprestam dinheiro pela internet
15 set 9 proteções de seguros pouco óbvias que você tem de conhecer
15 set Seguros sobre riscos digitais vão triplicar a US$7,5 bi até 2020, atraindo concorrentes, diz estudo
15 set Com os juros do cartão em alta, saiba como escolher o crédito mais adequado ao seu bolso
15 set Grupo Aspecir na Semana Farroupilha
11 set Apesar da crise, vendas de seguros seguem disparando
11 set Câmara aprova aumento de impostos para seguradoras
11 set Retirada urgência de projeto que cria a Banrisul Corretora de Seguros
11 set Contratação de Seguro para Eventos pode ser obrigatória
24 ago Os próximos vinte anos
21 ago Plenário aprova prazo máximo de 30 dias para seguradoras pagarem indenização
14 ago Grupo Aspecir assina contrato com Prefeitura de Viamão
12 ago União assina contrato com o MTG
11 ago Susep aprova projeto que torna carteira do Corretor obrigatória
28 jul Avança projeto que torna obrigatória carteira do corretor
28 jul Aumento da Selic é um mal necessário, diz economista
23 jul 5 opções de empréstimo que costumam ter juros mais baixos
17 jul Aspecir Previdência comemora 78 anos
14 jul Limite de empréstimo consignado sobe de 30% para 35%
7 jul Índice de Confiança do Setor de Seguros fecha o semestre em queda
15 jun Poupar cedo garante faculdade dos filhos
9 jun UNIÃO SEGURADORA/GRUPO ASPECIR REFORÇA A ÁREA COMERCIAL
29 mai Lucro de seguradoras registra alta de 33% no primeiro trimestre de 2015
29 mai Projeto de lei nacional torna obrigatória carteira de identificação para corretor de seguros
29 mai Quer ser multado? Atualize seus dados na Susep
25 mai Ciência Atuarial tem ganhado destaque em casos de previdência complementar
20 mai Entenda a diferença entre seguro de vida individual e coletivo
14 mai Previc: normas para investimentos em infraestrutura devem sair em agosto
12 mai NOITE DE POSSE NO CLUBE DA PEDRINHA
12 mai Setor de seguros cresce 22,4% no ano
13 abr Joaquim Levy ressalta a importância do Seguro na vida das pessoas
7 abr A Susep desafia as Seguradoras com a Circular 492
2 abr 55ª edição do Festival Hípico Noturno da Brigada Militar tem apoio do Grupo Aspecir
2 abr Diretor Comercial da União fala sobre o papel do Clube da Pedrinha no mercado de seguros
05/11/2018

Seguradoras pressionadas com nova abordagem das normas IFRS


Grandes seguradoras globais iniciaram os preparativos para a IFRS 17 e a IFRS 9, mas as pequenas ainda estão atrasadas. Confira os detalhes.
Internacional – As grandes seguradoras globais iniciaram os preparativos para a IFRS 17 (que diz respeito aos contratos de seguros e que passa a vigorar em 1? de janeiro de 2021) e a IFRS 9 (norma sobre instrumentos financeiros que deverá ser adotada em conjunto para a maior parte das empresas seguradoras), mas as pequenas ainda estão atrasadas, de acordo com um novo relatório “Participando para vencer”, da KPMG Internacional.

67% das grandes seguradoras pesquisadas estão na fase de concepção de projeto ou implementação da IFRS 17 e 64% estão em posição semelhante com relação à IFRS 9. Em comparação, entre as pequenas seguradoras, somente 10% e 25% iniciaram a concepção de projeto ou a implementação da IFRS 17 e da IFRS9, respectivamente.
Segundo o estudo, mesmo diante do progresso de muitas seguradoras, ainda há obstáculos para tornar a IFRS 17 e a IFRS 9 operacionais: 90% delas afirmaram que esperam dificuldades para garantir um número suficiente de pessoas fazer o trabalho e metade delas está preocupada com o orçamento.

“As organizações globais que estão mais adiantadas com os projetos são as que mais sentem a pressão do tempo. Quanto mais fazem, mais percebem como a implementação das novas normas é desafiadora. As pequenas seguradoras, que fizeram um mínimo de preparativos, precisam se engajar urgentemente nessa tarefa.
Já aqui no Brasil, espera-se que o IFRS 9 seja obrigatório para seguradoras que não estão ligadas a banco somente quando o IFRS17 entrar, e sobre esse último, as entidades ainda não possuem prazo regulamentar”, afirma o sócio da KPMG no Brasil, Lúcio Anacleto.

Pessoal e treinamento são necessidades críticas

Ainda de acordo com a pesquisa, 45% das grandes seguradoras no mundo já têm equipes com 50 ou mais integrantes e metade delas já recrutou até 25 pessoas. O levantamento mostrou ainda que o treinamento é uma necessidade crítica e que até agora a maioria das seguradoras só capacitou os membros das equipes de implementação.
A maioria das grandes seguradoras pesquisadas, 97%, vê a implementação nas novas normas IFRS como uma oportunidade de transformar os negócios, com foco na otimização do processo (77%), aperfeiçoamento do processo atuarial (65%) e modernização do sistema (58%).
“Os custos da implementação da IFRS 17 e da IFRS 9 são significativos, mas a pesquisa demonstra que as oportunidades apresentadas são ainda maiores. Com as novas normas, as seguradoras passaram a ver as estratégias e processo financeiro e atuarial de novo ângulo.
A transição pode ser um catalisador da inovação e do desenvolvimento dos talentos dos seus líderes emergentes”, analisa.

Desafios operacionais

O levantamento identificou também que os novos desafios operacionais ficam claros à medida em que os preparativos avançam: somente 7% das seguradoras pesquisadas acreditam que estarão prontas a tempo para os dois anos da execução paralela; mais da metade (56%) prevê somente um ano de execução paralela antes de se firmarem.
“Em última instância, é um ponto crítico para as seguradoras a atenção à evolução das questões de interpretação para que os impactos sobre as demonstrações financeiras sejam bem entendidos e que haja um diálogo com os investidores sobre as mudanças que podem esperar”, acrescentou.

A pesquisa

O relatório “Participando para vencer” (do original em inglês, In it to win it: Feedback from insurers on the journey IFRS17 and 9 implementation one year in) fez uma abordagem da implementação da IFRS 17 e da IFRS 9, realizada com base em uma pesquisa com 160 executivos de seguradoras de mais de 30 países.
A maior porcentagem de empresas (37%) é composta, 19% são seguradoras de ativos e responsabilidade civil, sendo 7%, resseguradoras. São consideradas grandes seguradoras as que tiveram prêmios superiores a US$ 10 bilhões e pequenas as que tiveram prêmios abaixo de US$ 1 bilhão.

Fonte: L.S. Revista Apólice
logotipo zepol