União Seguradora - 55+ (51) 3061-9606

notícias

25 jun 68% das pessoas acreditam que nunca vão se aposentar, aponta pesquisa
25 jun Folha de São Paulo debate previdência e blockchain no setor de seguros
25 jun Receita da capitalização cresce 8,1% em quatro meses
22 jun Motivos Para Uma Empresa Contratar Um Seguro
22 jun 90% de processos corriqueiros podem ser resolvidos por chatbot, diz pesquisa
22 jun Simplificação de documentos: confira o que estamos fazendo para facilitar seu acesso ao Seguro DPVAT
22 jun Cuidado com o bolso: sua velhice vem aí
18 jun Joaquim Mendanha apresenta ações e próximos passos da Susep
18 jun Os cuidados ao inserir a cobertura para o seguro de um evento
18 jun Confira a relação do Seguro DPVAT com o mutualismo
18 jun Receita da capitalização cresce 8,1% em quatro meses
15 jun Perspectivas para o mercado de seguros no Brasil
15 jun Normas de contabilidade trazem grande desafio para o setor de seguros
15 jun STJ discute se natureza salarial de hora extra leva a recálculo da aposentadoria
15 jun CVG-SP participa do IX Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência Privada
4 jun Conseg: todos os olhares voltam-se para o Nordeste
4 jun Presidente da Fenacor diz que Mendanha trouxe avanços frente à Susep
4 jun CNseg realiza pesquisa para atualizar os temas que constarão no próximo Relatório de Sustentabilidade
4 jun Posse da nova diretoria da Fenacor acontece no 3º Consegne
1 jun 500 reais por mês em dez anos viram quase 100 mil na previdência
1 jun Startup brasileira ganha apoio da UNICEF e promete revolucionar setor de seguros com blockchain
1 jun Evento discute a transformação digital do seguro por meio das insurtechs
1 jun PARALISAÇÃO DOS CAMINHONEIROS IMPACTO ECONÔMICO
28 mai Susep estabelece novas regras para o seguro de RC de automóveis
28 mai Seguros e educação financeira estão diretamente ligados
28 mai Agenda SINDSEGRS junho e julho de 2018
28 mai Produção de seguros em Portugal cresceu 6% no primeiro trimestre
23 mai 41% dos poupadores sacaram parte de suas reservas em março, revela indicador do SPC Brasil e CNDL
23 mai A hora do crédito com duplicatas
23 mai Corretores de seguros poderão comercializar produtos do nicho que deverá ser fiscalizado pela Susep
23 mai Maio Amarelo: como o Japão reduziu 80% das mortes no trânsito
21 mai Benefícios sucessórios dos planos de previdência privada
21 mai Crescimento puxado pelo investimento
18 mai Seguro prestamista cresce 21% no primeiro trimestre
18 mai ANSP e AIDA discutem relação entre seguros e educação financeira
18 mai O futuro do dinheiro na banca e nos seguros
18 mai Construindo a agenda de sustentabilidade na América Latina reúne lideranças do mercado
16 mai Sete informações que você precisa saber sobre previdência privada
16 mai Susep criou comissão para analisar o futuro do DPVAT
16 mai Funcesp tem nova diretora de previdência
16 mai SP-PREVCOM promove evento de educação financeira
14 mai Como formar um colchão financeiro quando se é autônomo
14 mai Previdência é mais que aposentadoria
14 mai Reserva para cuidar da saúde
14 mai Disparada do dólar encarece dívidas de empresas no exterior em R$ 115 bilhões
9 mai Os seguros de vida com o melhor custo-benefício, segundo a Proteste
9 mai Previdência Privada. Complementação de aposentadoria. Auxílio cesta-alimentação
9 mai Com medo da aposentadoria? Tire 6 dúvidas sobre previdência privada
9 mai Portabilidade é melhor do que resgate
2 mai Através de dados estatísticos, a Seguradora Líder contribui para melhorar o trânsito
2 mai Estudo técnico sobre PL do Seguro chega ao Senado Federal
2 mai Uma agenda previdenciária para o debate eleitoral
2 mai Mercado de Seguros traz excelente retorno aos investidores
30 abr Valor publica especial sobre Longevidade
30 abr Susep divulga seu Plano de Regulação 2018
30 abr Ministério da Fazenda descarta privatização do seguro de acidente de trabalho
30 abr Dívida pública sobe 1,51% e fecha março em R$ 3,6 trilhões
27 abr Seguro empresarial deve ser encarado como investimento
27 abr Startup cria sistema de avaliação de corretores de seguros pelos clientes
27 abr Conheça os canais oficiais do Seguro DPVAT
27 abr Artigo: cinco formas de organizar o orçamento e guardar dinheiro
25 abr Alta cobrança do IRPF ajuda aporte em PGBL
25 abr Números do primeiro trimestre de 2018 injetam mais otimismo no mercado de seguros
25 abr Corretores de seguros aprovam prestação de contas do Sincor-SP
25 abr Como os milionários planejam a sucessão patrimonial para pagar menos impostos
20 abr Senado aprova Refis para optantes do Simples Nacional
20 abr Segurança das empresas brasileiras é falha
20 abr Construindo a Agenda de Sustentabilidade em Seguros na América Latina
20 abr Conscientização do brasileiro sobre seguros e previdência
18 abr Seguros para indústria estendem proteção de empresa para funcionários
18 abr Consumidores preferem canais tradicionais para aquisição de seguros
18 abr Provedora de dados e analytics investe no mercado brasileiro de seguros
18 abr Corretor deve ficar atento a detalhes na previdência privada
16 abr CSP-MG e entidades de mercado recebem superintendente da Susep
16 abr Risco empresarial será destaque no mercado
16 abr Mercado baixa expectativa de inflação e de alta do PIB em 2018
16 abr Bovespa ronda a estabilidade em manhã de vencimento de opções
05/11/2018

Seguradoras pressionadas com nova abordagem das normas IFRS


Grandes seguradoras globais iniciaram os preparativos para a IFRS 17 e a IFRS 9, mas as pequenas ainda estão atrasadas. Confira os detalhes.
Internacional – As grandes seguradoras globais iniciaram os preparativos para a IFRS 17 (que diz respeito aos contratos de seguros e que passa a vigorar em 1? de janeiro de 2021) e a IFRS 9 (norma sobre instrumentos financeiros que deverá ser adotada em conjunto para a maior parte das empresas seguradoras), mas as pequenas ainda estão atrasadas, de acordo com um novo relatório “Participando para vencer”, da KPMG Internacional.

67% das grandes seguradoras pesquisadas estão na fase de concepção de projeto ou implementação da IFRS 17 e 64% estão em posição semelhante com relação à IFRS 9. Em comparação, entre as pequenas seguradoras, somente 10% e 25% iniciaram a concepção de projeto ou a implementação da IFRS 17 e da IFRS9, respectivamente.
Segundo o estudo, mesmo diante do progresso de muitas seguradoras, ainda há obstáculos para tornar a IFRS 17 e a IFRS 9 operacionais: 90% delas afirmaram que esperam dificuldades para garantir um número suficiente de pessoas fazer o trabalho e metade delas está preocupada com o orçamento.

“As organizações globais que estão mais adiantadas com os projetos são as que mais sentem a pressão do tempo. Quanto mais fazem, mais percebem como a implementação das novas normas é desafiadora. As pequenas seguradoras, que fizeram um mínimo de preparativos, precisam se engajar urgentemente nessa tarefa.
Já aqui no Brasil, espera-se que o IFRS 9 seja obrigatório para seguradoras que não estão ligadas a banco somente quando o IFRS17 entrar, e sobre esse último, as entidades ainda não possuem prazo regulamentar”, afirma o sócio da KPMG no Brasil, Lúcio Anacleto.

Pessoal e treinamento são necessidades críticas

Ainda de acordo com a pesquisa, 45% das grandes seguradoras no mundo já têm equipes com 50 ou mais integrantes e metade delas já recrutou até 25 pessoas. O levantamento mostrou ainda que o treinamento é uma necessidade crítica e que até agora a maioria das seguradoras só capacitou os membros das equipes de implementação.
A maioria das grandes seguradoras pesquisadas, 97%, vê a implementação nas novas normas IFRS como uma oportunidade de transformar os negócios, com foco na otimização do processo (77%), aperfeiçoamento do processo atuarial (65%) e modernização do sistema (58%).
“Os custos da implementação da IFRS 17 e da IFRS 9 são significativos, mas a pesquisa demonstra que as oportunidades apresentadas são ainda maiores. Com as novas normas, as seguradoras passaram a ver as estratégias e processo financeiro e atuarial de novo ângulo.
A transição pode ser um catalisador da inovação e do desenvolvimento dos talentos dos seus líderes emergentes”, analisa.

Desafios operacionais

O levantamento identificou também que os novos desafios operacionais ficam claros à medida em que os preparativos avançam: somente 7% das seguradoras pesquisadas acreditam que estarão prontas a tempo para os dois anos da execução paralela; mais da metade (56%) prevê somente um ano de execução paralela antes de se firmarem.
“Em última instância, é um ponto crítico para as seguradoras a atenção à evolução das questões de interpretação para que os impactos sobre as demonstrações financeiras sejam bem entendidos e que haja um diálogo com os investidores sobre as mudanças que podem esperar”, acrescentou.

A pesquisa

O relatório “Participando para vencer” (do original em inglês, In it to win it: Feedback from insurers on the journey IFRS17 and 9 implementation one year in) fez uma abordagem da implementação da IFRS 17 e da IFRS 9, realizada com base em uma pesquisa com 160 executivos de seguradoras de mais de 30 países.
A maior porcentagem de empresas (37%) é composta, 19% são seguradoras de ativos e responsabilidade civil, sendo 7%, resseguradoras. São consideradas grandes seguradoras as que tiveram prêmios superiores a US$ 10 bilhões e pequenas as que tiveram prêmios abaixo de US$ 1 bilhão.

Fonte: L.S. Revista Apólice
logotipo zepol