União Seguradora - 55+ (51) 3061-9606

notícias

18 jun Joaquim Mendanha apresenta ações e próximos passos da Susep
18 jun Os cuidados ao inserir a cobertura para o seguro de um evento
18 jun Confira a relação do Seguro DPVAT com o mutualismo
18 jun Receita da capitalização cresce 8,1% em quatro meses
15 jun Perspectivas para o mercado de seguros no Brasil
15 jun Normas de contabilidade trazem grande desafio para o setor de seguros
15 jun STJ discute se natureza salarial de hora extra leva a recálculo da aposentadoria
15 jun CVG-SP participa do IX Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência Privada
4 jun Conseg: todos os olhares voltam-se para o Nordeste
4 jun Presidente da Fenacor diz que Mendanha trouxe avanços frente à Susep
4 jun CNseg realiza pesquisa para atualizar os temas que constarão no próximo Relatório de Sustentabilidade
4 jun Posse da nova diretoria da Fenacor acontece no 3º Consegne
1 jun 500 reais por mês em dez anos viram quase 100 mil na previdência
1 jun Startup brasileira ganha apoio da UNICEF e promete revolucionar setor de seguros com blockchain
1 jun Evento discute a transformação digital do seguro por meio das insurtechs
1 jun PARALISAÇÃO DOS CAMINHONEIROS IMPACTO ECONÔMICO
28 mai Susep estabelece novas regras para o seguro de RC de automóveis
28 mai Seguros e educação financeira estão diretamente ligados
28 mai Agenda SINDSEGRS junho e julho de 2018
28 mai Produção de seguros em Portugal cresceu 6% no primeiro trimestre
23 mai 41% dos poupadores sacaram parte de suas reservas em março, revela indicador do SPC Brasil e CNDL
23 mai A hora do crédito com duplicatas
23 mai Corretores de seguros poderão comercializar produtos do nicho que deverá ser fiscalizado pela Susep
23 mai Maio Amarelo: como o Japão reduziu 80% das mortes no trânsito
21 mai Benefícios sucessórios dos planos de previdência privada
21 mai Crescimento puxado pelo investimento
18 mai Seguro prestamista cresce 21% no primeiro trimestre
18 mai ANSP e AIDA discutem relação entre seguros e educação financeira
18 mai O futuro do dinheiro na banca e nos seguros
18 mai Construindo a agenda de sustentabilidade na América Latina reúne lideranças do mercado
16 mai Sete informações que você precisa saber sobre previdência privada
16 mai Susep criou comissão para analisar o futuro do DPVAT
16 mai Funcesp tem nova diretora de previdência
16 mai SP-PREVCOM promove evento de educação financeira
14 mai Como formar um colchão financeiro quando se é autônomo
14 mai Previdência é mais que aposentadoria
14 mai Reserva para cuidar da saúde
14 mai Disparada do dólar encarece dívidas de empresas no exterior em R$ 115 bilhões
9 mai Os seguros de vida com o melhor custo-benefício, segundo a Proteste
9 mai Previdência Privada. Complementação de aposentadoria. Auxílio cesta-alimentação
9 mai Com medo da aposentadoria? Tire 6 dúvidas sobre previdência privada
9 mai Portabilidade é melhor do que resgate
2 mai Através de dados estatísticos, a Seguradora Líder contribui para melhorar o trânsito
2 mai Estudo técnico sobre PL do Seguro chega ao Senado Federal
28/02/2018

Seguradora Líder fala sobre modelo de centralização


Desde sua criação, o Seguro DPVAT passou por muitas mudanças. Uma das principais delas aconteceu em 2007, quando, para dar unidade à gestão do Seguro e agilidade no atendimento aos beneficiários, foi criado o formato de Consórcio, com uma seguradora centralizando as operações administrativas e judiciais do Seguro DPVAT, viabilizando, dessa forma, a criação da própria Seguradora Líder. Para falar sobre esse modelo de administração, a Seguradora Líder divulgou, em sua última Newsletter, uma entrevista com Ismar Tôrres, Diretor-Presidente.

“O sistema de gestão do Seguro DPVAT não é um monopólio, mas sim um modelo centralizado de gestão privada, onde qualquer seguradora autorizada pela SUSEP a operar no país pode aderir ao Consórcio de Operações”, afirmou, em uma de suas falas.

Tôrres também destacou alguns dos benefícios do formato de Consórcio, como a agilidade no atendimento à população e uma maior transparência na gestão dos recursos do Seguro. “Por meio da centralização, hoje, quando acontece um acidente de trânsito, as vítimas sabem exatamente a quem procurar para pedir a indenização. São mais de 8 mil pontos oficiais de atendimento. Além disso, a centralização também permite mais fiscalização e mais transparência na gestão dos recursos do Seguro”, completou.

Outro assunto abordado durante a entrevista foi o valor do prêmio do Seguro DPVAT, fixado diretamente pelo Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) e que não sofre reajuste há 11 anos. Tôrres destacou o fato de, historicamente, o valor do prêmio ter ficado abaixo da variação da inflação oficial. “Durante todo o ano de 2017, apresentamos à Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) uma série de projetos e ações em curso para aumentar a eficiência na gestão dos recursos do Seguro DPVAT, o que inclui os resultados expressivos no combate às fraudes. Nosso posicionamento tem sido de, ao invés de uma nova redução tarifária, avançar em proposta que efetivamente garanta melhores benefícios aos brasileiros e reforce o papel social do Seguro DPVAT: o aumento da Importância Segurada gradualmente”, observou.

Confira a íntegra da entrevista de Ismar Tôrres clicando aqui: https://www.seguradoralider.com.br/pages/newsletter-detalhe.aspx?cid=44

logotipo zepol