União Seguradora - 55+ (51) 3061-9606

notícias

17 set União Seguradora comemora 105 anos no Acampamento Farroupilha
17 set Previdência: um dia você vai precisar dela
17 set Mercado segurador cresce apesar da instabilidade política
17 set Primeira turma do Programa Recomeço, desenvolvido pela Seguradora Líder, conclui qualificação
14 set União Seguradora comemora 105 anos.
12 set Seguro DPVAT: de janeiro a julho, Seguradora Líder identificou mais de 6,7 mil pedidos indevidos
12 set Confira os estados onde há vencimento do Seguro DPVAT no mês de setembro
12 set Resseguradores se reúnem em Mônaco; Swiss Re divulga estudo
12 set Projeto de Lei atribui novas responsabilidades à autorreguladora do mercado
10 set 'Pé de meia': confira o melhor investimento para cada fase da vida
10 set Processos Ágeis transformam modelo de negócios no setor de seguros
10 set 5 diferenciais para o corretor de seguros dos dias de hoje
10 set Transformação digital impõe desafios para lideranças do setor de tecnologia das seguradoras
4 set Reforma política coloca o benefício da previdência em pauta
4 set Segundo estudo, apenas 19% dos Brasileiros tem seguro de vida. Especialista dá dicas e ensina corretores de todo Brasil a escalarem seus negócios
4 set Poupança ainda é o investimento preferido do brasileiro
4 set Como o envelhecimento mudou nos últimos 20 anos
4 set Rombo da Previdência é de R$ 35 milhões e o déficit mensal do Paço atinge R$ 20 mi?
29 ago Transformação digital nos seguros: o suco de laranja e a redescoberta do risco
29 ago Mitos e Verdades da Previdência
29 ago Seguro ambiental obrigatório aprovado pela nova lei será um diferencial estratégico para as empresas
29 ago Apenas 18% dos brasileiros pouparam em junho, diz indicador da CNDL
24 ago Confira os investimentos que podem ajudar você a ter uma aposentadoria tranquila
24 ago Por que o brasileiro não pensa em aposentadoria; e como investir para chegar lá
24 ago Projeto permite que corretores de seguros atuem em licitações públicas
24 ago 5 sinais de que o mercado de ICO voltará a crescer
22 ago Que aposentadoria escolher
22 ago Setor cresce 1,7% no primeiro semestre
22 ago Corretores e seguradoras terão novas regras para guarda de documentos
22 ago Inteligência artificial promete ajudar Seguradora Líder a reduzir fraudes no DPVAT
20 ago Previdência: um dia você vai precisar dela
20 ago De cada R$ 3 previstos no orçamento da União, R$ 1 será para rolar a dívida
20 ago Faça as contas: ao aposentar, só se dá bem quem planeja
20 ago Princípios do seguro e temas polêmicos do STJ foi tema de evento da ANSP
16 ago União Seguradora é parceira da CIEPIBRAS
16 ago União realiza treinamento para a CredCorreios
16 ago Destaques do Mercado de Seguros de Vida e Benefícios
16 ago Susep publica esclarecimento sobre cláusula 'anticorrupção' em seguro garantia...
13 ago Gestão da arrecadação tributária na Receita Municipal de Porto Alegre é destaque em evento na capital
13 ago As novas gerações têm os pés no chão!
13 ago Previdência privada é uma excelente opção para garantir melhor qualidade de vida no futuro
13 ago É preciso construir o hábito de poupar para a aposentadoria
8 ago GDPR provoca revolução na proteção de dados
8 ago O que Saber Antes de Contratar um Seguro de Vida?
8 ago Porto Alegre: Criação da Previdência Complementar é aprovada pelo plenário
8 ago Pais contribuem R$ 231 por mês em previdência para crianças e adolescentes
6 ago Procura por previdência privada em Minas tem alta de 11%
6 ago Herança: quem tem direito de ficar com o valor da previdência privada?
6 ago A grande mudança para um seguro mais honesto e mais justo
6 ago Previsões econômicas e instabilidade política preocupam setor de seguros
30 jul Brasileiros ainda têm o hábito de guardar dinheiro em casa
30 jul Quatro medidas para sua empresa se adequar à Lei Geral de Proteção de Dados
30 jul Seguradora Líder e o compromisso com a transparência
30 jul Seguros funeral, viagem e prestamista se destacam
26 jul Estabilidade e complemento de renda na aposentadoria
26 jul Líder mundial no setor de seguros escolhe Namirial como o novo padrão para Digital Transaction Management.
26 jul Seguradoras apostam em ações com o auxílio do WhatsApp
26 jul A Transformação Digital e os Seguros
23 jul Consulta ao INSS, agora, só com hora marcada ou via internet
23 jul Em 18 anos, poupança para os filhos pode passar dos R$ 185 mil
23 jul Investimento na previdência privada cresce 144% nos últimos 6 anos
23 jul Conheça as funções do planejador financeiro no Brasil
20 jul Sincor-Rs e Sulamérica promovem encontro em Porto Alegre
20 jul As principais seguradoras se lançam para subscrever riscos no espaço cripto
20 jul A APOSENTADORIA VAI GARANTIR O MESMO PADRÃO DE VIDA QUE TENHO HOJE?
20 jul Em vez de aplicar, 25% dos poupadores guardam dinheiro na própria casa
16/07/2018

Segmento dos planos de previdência de associações deve dobrar em 2019


A Quanta, a maior entidade de fundos instituídos e focada inicialmente em profissionais de saúde e médicos, cresceu 12% nos últimos 12 meses e busca público potencial de 3 milhões de pessoas
A possibilidade de inclusão de familiares em planos de previdência privada instituídos por associações e sindicatos deverá dobrar o número de participantes no segmento até o final do próximo ano.

Essa é a expectativa da Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp). “O crescimento do setor envereda para os fundos instituídos. Há líderes envolvidos de sindicatos e entidades de classe para a criação de diversos fundos instituídos para familiares”, apontou o presidente da Abrapp, Luis Ricardo Martins.

Dados do último informe estatístico trimestral da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), relativo a março de 2018, registrava que os planos de previdência de associações (instituídos) reuniam 157,28 mil participantes e patrimônio de R$ 8,176 bilhões.

“Além do associado, agora, pode-se incluir cônjuges, filhos e dependentes econômicos nos planos. Estamos buscando, junto ao regulador, a permissão para parentes de terceiro grau [netos, por exemplo]”, explicou.
Martins esclareceu que apenas associações e sindicatos podem estruturar (criar) os fundos instituídos. “A gestão dos recursos é terceirizada para seguradoras. A grande maioria desses planos adicionam coberturas de risco de morte e invalidez”, diz.

Em outras palavras, os planos de previdência de associações são relativamente diferentes dos planos de previdência patrocinados por empresas privadas, estatais e governos (mais conhecidos como fundos de pensão), e dos planos de previdência aberta (PGBL e VGBL) comercializados por bancos, seguradoras e gestoras.

Para incentivar ainda mais esse segmento, a Abrapp também solicita junto ao governo, em razão do debate em torno da reforma da Previdência Social (pública), benefícios para quem declara pelo modelo simplificado do imposto de renda (IR). “Em qualquer lugar do mundo, a previdência privada precisa de incentivo fiscal para crescer”, argumentou Martins, também representante da OABPrev-SP.

Vantagens ao participante

A presidente da Quanta Previdência Unicred, Denise Maidanchen, lembrou que o fundo de previdência associativo possui benefícios fiscais iguais ao do Plano Gerador de Benefícios Livres (PGBL), ou seja com vantagens para quem faz a declaração do imposto de renda pessoa física pelo modelo completo. “Meu concorrente é o PGBL, mas conseguimos entregar uma taxa de administração bem menor [em relação aos grandes bancos]”, disse.
Maidanchen citou que a taxa de administração no principal fundo da Quanta Previdência é de 0,5% ao ano, e vai até 0,6% ao ano em planos com parceiras com outras cooperativas e associações. “Temos estudos para diminuir mais esses custos aos participantes”, diz. Na média do mercado, as gestoras cobram taxa de 1% ao ano. “Na Quanta, o ticket médio é R$ 570 por mês”, disse.

Em número de contribuintes ativos, a Quanta Previdência Unicred é a maior entidade de planos associativos, com 70 mil participantes em junho. “Tivemos um crescimento líquido de 12% no número de adesões nos últimos 12 meses. Nesse anos, estamos registrando uma média de 1,2 mil adesões por mês”, conta.

Focada originalmente no público de médicos e profissionais de saúde, a Quanta trabalha no aumento das parcerias com outras cooperativas de crédito. “Serão 60 cooperativas no total, de associações de engenheiros a profissionais da área de transportes, e devemos alcançar um público potencial de 3 milhões de pessoas em 2 anos”, aponta.

Denise Maidanchen informou ao DCI que patrimônio líquido da Quanta alcançou o montante de R$ 2,8 bilhões ao final do primeiro semestre de 2018. Os recursos em oito fundos são geridos pela Icatu Seguros, SulAmérica Seguros, Mongeral Aegon Investimentos, Quantitas Asset Management, Soma e Rio Bravo.

Questionada sobre a rentabilidade dos fundos, Denise relatou que a carteira de renda fixa rendeu 7,44% nos últimos 12 meses. Para efeito de comparação, fundos de renda fixa acompanhados pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) renderam entre 6,15% (simples), passando por 7,26% (duração média e risco grau de investimento) a 9,55% (duração alta, risco soberano) em igual período.
Já o plano multimercado da Quanta mostrou ganhos de 8,12% e o fundo com renda variável (ações) teve rentabilidade de 8,33% em igual período de 12 meses até junho. “O perfil é conservador e prefere a renda fixa (75%)”, conclui.

Fonte: DCI
logotipo zepol