União Seguradora - 55+ (51) 3061-9606

notícias

25 jun Receita da capitalização cresce 8,1% em quatro meses
22 jun Motivos Para Uma Empresa Contratar Um Seguro
22 jun 90% de processos corriqueiros podem ser resolvidos por chatbot, diz pesquisa
22 jun Simplificação de documentos: confira o que estamos fazendo para facilitar seu acesso ao Seguro DPVAT
22 jun Cuidado com o bolso: sua velhice vem aí
18 jun Joaquim Mendanha apresenta ações e próximos passos da Susep
18 jun Os cuidados ao inserir a cobertura para o seguro de um evento
18 jun Confira a relação do Seguro DPVAT com o mutualismo
18 jun Receita da capitalização cresce 8,1% em quatro meses
15 jun Perspectivas para o mercado de seguros no Brasil
15 jun Normas de contabilidade trazem grande desafio para o setor de seguros
15 jun STJ discute se natureza salarial de hora extra leva a recálculo da aposentadoria
15 jun CVG-SP participa do IX Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência Privada
4 jun Conseg: todos os olhares voltam-se para o Nordeste
4 jun Presidente da Fenacor diz que Mendanha trouxe avanços frente à Susep
4 jun CNseg realiza pesquisa para atualizar os temas que constarão no próximo Relatório de Sustentabilidade
4 jun Posse da nova diretoria da Fenacor acontece no 3º Consegne
1 jun 500 reais por mês em dez anos viram quase 100 mil na previdência
1 jun Startup brasileira ganha apoio da UNICEF e promete revolucionar setor de seguros com blockchain
1 jun Evento discute a transformação digital do seguro por meio das insurtechs
1 jun PARALISAÇÃO DOS CAMINHONEIROS IMPACTO ECONÔMICO
28 mai Susep estabelece novas regras para o seguro de RC de automóveis
28 mai Seguros e educação financeira estão diretamente ligados
28 mai Agenda SINDSEGRS junho e julho de 2018
28 mai Produção de seguros em Portugal cresceu 6% no primeiro trimestre
23 mai 41% dos poupadores sacaram parte de suas reservas em março, revela indicador do SPC Brasil e CNDL
23 mai A hora do crédito com duplicatas
23 mai Corretores de seguros poderão comercializar produtos do nicho que deverá ser fiscalizado pela Susep
23 mai Maio Amarelo: como o Japão reduziu 80% das mortes no trânsito
21 mai Benefícios sucessórios dos planos de previdência privada
21 mai Crescimento puxado pelo investimento
18 mai Seguro prestamista cresce 21% no primeiro trimestre
18 mai ANSP e AIDA discutem relação entre seguros e educação financeira
18 mai O futuro do dinheiro na banca e nos seguros
18 mai Construindo a agenda de sustentabilidade na América Latina reúne lideranças do mercado
16 mai Sete informações que você precisa saber sobre previdência privada
16 mai Susep criou comissão para analisar o futuro do DPVAT
16 mai Funcesp tem nova diretora de previdência
16 mai SP-PREVCOM promove evento de educação financeira
14 mai Como formar um colchão financeiro quando se é autônomo
14 mai Previdência é mais que aposentadoria
14 mai Reserva para cuidar da saúde
14 mai Disparada do dólar encarece dívidas de empresas no exterior em R$ 115 bilhões
9 mai Os seguros de vida com o melhor custo-benefício, segundo a Proteste
9 mai Previdência Privada. Complementação de aposentadoria. Auxílio cesta-alimentação
9 mai Com medo da aposentadoria? Tire 6 dúvidas sobre previdência privada
9 mai Portabilidade é melhor do que resgate
2 mai Através de dados estatísticos, a Seguradora Líder contribui para melhorar o trânsito
2 mai Estudo técnico sobre PL do Seguro chega ao Senado Federal
2 mai Uma agenda previdenciária para o debate eleitoral
2 mai Mercado de Seguros traz excelente retorno aos investidores
30 abr Valor publica especial sobre Longevidade
30 abr Susep divulga seu Plano de Regulação 2018
30 abr Ministério da Fazenda descarta privatização do seguro de acidente de trabalho
30 abr Dívida pública sobe 1,51% e fecha março em R$ 3,6 trilhões
27 abr Seguro empresarial deve ser encarado como investimento
27 abr Startup cria sistema de avaliação de corretores de seguros pelos clientes
27 abr Conheça os canais oficiais do Seguro DPVAT
27 abr Artigo: cinco formas de organizar o orçamento e guardar dinheiro
25 abr Alta cobrança do IRPF ajuda aporte em PGBL
25 abr Números do primeiro trimestre de 2018 injetam mais otimismo no mercado de seguros
25 abr Corretores de seguros aprovam prestação de contas do Sincor-SP
25 abr Como os milionários planejam a sucessão patrimonial para pagar menos impostos
20 abr Senado aprova Refis para optantes do Simples Nacional
20 abr Segurança das empresas brasileiras é falha
20 abr Construindo a Agenda de Sustentabilidade em Seguros na América Latina
20 abr Conscientização do brasileiro sobre seguros e previdência
18 abr Seguros para indústria estendem proteção de empresa para funcionários
18 abr Consumidores preferem canais tradicionais para aquisição de seguros
18 abr Provedora de dados e analytics investe no mercado brasileiro de seguros
18 abr Corretor deve ficar atento a detalhes na previdência privada
16 abr CSP-MG e entidades de mercado recebem superintendente da Susep
16 abr Risco empresarial será destaque no mercado
16 abr Mercado baixa expectativa de inflação e de alta do PIB em 2018
16 abr Bovespa ronda a estabilidade em manhã de vencimento de opções
10 abr A Herança e o Seguro de Pessoas
05/11/2018

Combate ao mercado marginal une entidades estaduais e federais


Conforme Guacir de Llano Bueno, empresas ludibriam o consumidor /CLAITON DORNELLES /JC.

A preocupação em combater o mercado paralelo de seguros é uma das missões das entidades de classe e das seguradoras.
O crescimento e fortalecimento de associações e cooperativas, cujas atividades incluem a comercialização de produtos que prometem se assemelhar às coberturas prometidas pelas seguradoras, porém com um preço bem abaixo do mercado, vem sendo combatido pelo Sindicato das Seguradoras do Rio Grande do Sul (SindSeg-RS) juntamente com a Superintendência de Seguros Privados (Susep).
Neste mês, a Susep passou a divulgar através de seu site uma lista com as empresas, tanto nacionais quanto estrangeiras, que foram identificadas e multadas por não possuírem autorização da superintendência para atuar na venda desses produtos.

Além da proteção veicular, de maior procura pelos interessados – estima-se que dois milhões de brasileiros optem por essa modalidade – foram identificadas atividades no ramo de seguro de vida, auxílio-funeral, dentre outros.

Para o presidente do SindSeg-RS, Guacir de Llano Bueno, quem opta por sair do mercado tradicional pode ter uma dor de cabeça na hora de requerer a indenização, por conta da falta de capital dessas empresas para honrar compromissos, ou até mesmo com o sumiço dos administradores, deixando à deriva os sinistrados. “A Susep cobra das empresas reguladas uma série de exigências impostas a partir de estudos, para controle de riscos e fraudes. O que as empresas à margem fazem é algo rudimentar”, afirma Bueno.

O líder da entidade gaúcha percebe que as vendas são feitas como se seguros fossem, “a fim de ludibriar os consumidores” e, por consequência, geram prejuízo de credibilidade para as empresas autorizadas, pois, segundo o presidente, quando esses clientes sofrem com prejuízos não percebem que se tratam de empresas sem a devida autorização.

“Na hora do sinistro, esses administradores não honram com seus compromissos, ou os fazem pela metade, e a maledicência, desconfiança, recai sobre o mercado inteiro”, explica. A entrada de mais consumidores no mercado segurador regulamentado geraria alguns efeitos positivos, na visão de Bueno.

O primeiro deles é a redução dos valores, uma vez que quanto maior o número de segurados contribuintes, maior será o caixa da empresa e, por conseguinte, haverá maior condição de honrar com as indenizações. O outro ponto é garantir totalmente a seguridade do cliente e apresentar um produto no qual estará certo que, se precisar, terá a cobertura integral.

Para isso, o SindSeg-RS trabalha na divulgação das empresas não regulamentadas e as denuncia para a Susep, a fim de que ela tome medidas cabíveis junto ao Ministério Público.

Fonte: Jornal do Comércio
logotipo zepol