União Seguradora - 55+ (51) 3061-9606

notícias

15 ago Professora recebe prêmio da União Seguradora
13 ago União entrega prêmio de capitalização
13 ago Apólices de saúde e prestamista têm maior avanço e são aposta para 2020
13 ago Susep dá prazo de 30 dias para seguradoras adequarem o seguro para países com embargo
13 ago Inteligência Artificial incentiva seguros mais personalizados e segurados mais precavidos
2 ago Pesquisa da Fenacor indica que mercado está otimista
2 ago Com reaquecimento da indústria do turismo, seguro-viagem dispara
2 ago Seguros ajudam o empreendedor a dar foco total no negócio
2 ago Corretores de seguros devem orientar seus clientes sobre novas regras
26 jul Aspecir Previdência completa 82 anos com os melhores resultados do mercado
26 jul Direitos das vítimas do trânsito: Seguros
26 jul 67% dos brasileiros compartilhariam informações pessoais por preços menores em serviços financeiros
26 jul AXA estuda trazer para o Brasil soluções inovadoras de microsseguros
15 jul Aspecir Previdência tem o maior rendimento em fundos de renda fixa nos últimos tempos
15 jul Arquivos de mídia no WhatsApp e Telegram podem não ser tão seguros
15 jul Benefício menor exigirá planejamento financeiro de famílias
15 jul INSS: É possível ter mais de uma aposentadoria?
5 jul Caderno Finanças Mais, do Estadão, traz especial sobre empresas do setor financeiro, com destaque para o setor segurador
5 jul Mais acessíveis, seguros de vida ganham espaço no mercado
5 jul Susep promete mais ?espaço? para o mercado crescer
1 jul União amplia relacionamento com MTG/RS
28 jun A 88i é um app de serviços digitais para a contratação de seguros e assistências
28 jun Liquidação extrajudicial não autoriza instituição a levantar valores depositados em cumprimento de sentença
28 jun Para cálculo da renda inicial de previdência complementar, prevalecem regras da época da aposentadoria
28 jun "Há 4 anos fiz um VGBL para minha filha e todo mês aplico R$ 130. Vale a pena manter esse investimento?"
24 jun União Seguradora contempla MG com prêmio de Capitalização
24 jun Saiba por quanto tempo guardar comprovantes e notas fiscais
24 jun Ecossistemas digitais: juntos vamos mais longe
24 jun Banco digital acelera expansão e testa fôlego do segmento
21 jun Setor segurador registra alta de 4,9% no acumulado até abril
21 jun Susep anuncia avanços expressivos para a inovação em seguros
21 jun CIAB: mercado segurador vive o estágio de Reinvenção Digital
21 jun Os aspectos da Nova Previdência e os impactos na sociedade e no seguro
19 jun Setor segurador registra alta de 4,9% no acumulado até abril
19 jun Aumenta participação de ?Insurtechs? no setor de seguros
19 jun Previdência Privada: até qual idade aderir?
18 jun União entrega mais um prêmio de capitalização
17 jun Créditos de PIS e COFINS ? Insumos EPIs, Emplacamento e Seguro
17 jun O corretor não é o vilão. O vilão não está na comissão
17 jun Aposentar somente pelo INSS é suficiente? Saiba mais sobre a Previdência Privada
17 jun 65% das pessoas que guardam dinheiro escolhem poupança, diz pesquisa; medo e costume estão entre as justificativas
12 jun Grupo Aspecir em Belo Horizonte
7 jun Presidente do Grupo Aspecir recebe Comenda Metropolitana
7 jun União Seguradora entrega prêmio
5 jun Uso da tecnologia traz benefícios para o mercado de seguros
5 jun Susep alerta Corretor sobre Riscos Excluídos
5 jun Instituições financeiras podem explorar sistemas bancários integrados para oferecer serviços digitais seguros, diz Unisys
5 jun A Importância da Importância do Corretor de Seguros
24 mai No mês da conscientização no trânsito, confira dicas para evitar acidentes
24 mai Entenda como funciona a previdência complementar no Brasil
24 mai Setor tem números positivos até março de 2019 e provisões técnicas avançam 10%
24 mai Susep nomeia diretores
20 mai Combate a fraude no Seguro DPVAT
20 mai Previdência privada: reservas atingem R$ 857 bilhões
20 mai Previdência aberta terá R$ 1 trilhão em patrimônio até o final deste ano
20 mai Empresas com investimentos represados
17 mai Diretor comercial do Grupo MBM assume mandato na FenaPrevi
17 mai Setor de seguros brasileiro vê explosão de startups
17 mai Seguro contra inadimplência tem alta de 25,5% no primeiro trimestre do ano
17 mai Como criar aplicativos 100% seguros?
15 mai ?A empresa onde trabalho tem plano de previdência privada com coparticipação. Vale a pena??
15 mai Maio Amarelo: conheça a campanha nacional de 2019
15 mai China vai abrir ainda mais os setores bancários e de seguros
15 mai Nova norma para insurtechs deve sair em 30 dias, diz Solange Vieira, da Susep
3 mai Insurance, conheça todos os detalhes sobre os seguros
3 mai Seguradora Líder promove encontro com Sindicatos das Seguradoras de todo o Brasil
3 mai Mitos e verdades sobre a previdência privada
3 mai Previc e Susep apresentam propostas para fusão das reguladoras de previdência
26 abr Levy diz que reforma pode favorecer investimentos em infraestrutura
26 abr Reforma aumenta a procura por previdência privada no Vale do Paraíba
26 abr Reforma da Previdência reduz subsídios para ricos, diz secretário
24 abr Cotação Premiada de Páscoa
23 abr Previdência com seguro?
23 abr IR 2019: Seguro obrigatório de carro DPVAT é isento, mas deve ser informado
23 abr Aproveite a segunda-feira para investir e planejar seu futuro
23 abr Ramo de pessoas deve impulsionar crescimento do mercado de seguros em 2019
18 abr Plano de previdência privada é impenhorável, decide TRT-2
18 abr Tem previdência privada? Saiba como declarar valores no Imposto de Renda
18 abr Procura por seguros cresce no primeiro trimestre e demonstra preocupação do brasileiro com a insegurança
18 abr Crescimento do seguro de vida no setor audiovisual
15 abr Executivos explicam segredo para crescimento de 171,19% da União Seguradora
12 abr Volta à Câmara projeto que exige de corretor de seguros habilitação da Susep
12 abr Uma providência para a previdência privada
12 abr Você conhece os benefícios de investir em uma previdência privada?
12 abr O acordão da Previdência
10 abr Relatório Anual 2018 da Seguradora Líder é destaque na mídia
10 abr Seguro de vida: STJ afirma que seguradoras devem provar má-fé de seus clientes para recusar benefício
10 abr Aposentadoria Privada x Aposentadoria Pública: Qual escolher?
10 abr Minoria poupa ou tem investimento para a velhice, aponta Datafolha - Folha de S. Paulo
8 abr Seguradora Líder promove treinamentos e encontros com foco no atendimento aos beneficiários do Seguro DPVAT
8 abr O seguro é mais seguro
8 abr Diretores da Susep são exonerados
8 abr Lei de proteção de dados para o mercado de seguros
5 abr Os benefícios de investir em uma previdência privada
5 abr Mercado cresceu 4,4% no primeiro bimestre
5 abr Indenização do seguro precisa ser declarada no imposto de renda
5 abr Superintendente da Susep diz que mercado é ?gigante?
4 abr União Seguradora prestigia lançamento do Seguro Viagem da Lato Seguros
2 abr População com mais de 60 cresce e movimenta cerca de R$ 1 trilhão
2 abr Valor publica especial sobre Previdência Aberta
2 abr SUSEP divulga novas regras para segmento de seguro
2 abr Você conhece os benefícios de investir em uma previdência privada?
18 mar Pesquisa diz que 56% dos brasileiros vão contar apenas com o INSS
18 mar Como começar a investir em uma renda variável?
18 mar Devo ficar no plano corporativo de previdência após demissão?
18 mar IFRS 17 promove transformação no segmento de seguros
13 mar Seguro de vida é plano de risco que mais cresce em razão da violência
13 mar Previdência privada perdeu 224 mil participantes
13 mar Empresários projetam ano com avanço lento em encontro no Marcas de Quem Decide
11/01/2019

Brasileiros aderem aos seguros de vida para proteção da renda familiar


A arrecadação de planos, em diferentes modalidades, das seguradoras não ligadas a bancos cresceu em média 10% no último ano, aponta Mongeral Aegon

Casados por 38 anos e pais de dois filhos, Neuza Rosa e Clelcy Oliveira tinham a preocupação com o futuro. Por mais de 30 anos, os dois mantiveram um seguro de vida cada um como uma garantia financeira para o caso de um dos dois falecer. Em outubro de 2015, Neuza ficou viúva e vem se mantendo com a aposentadoria do marido. Todo o valor segurado está aplicado e poderá ser usado no caso de alguma eventualidade.

- Apesar de ainda estar me recuperando, me sinto mais segura em saber que, se acontecer algum imprevisto, eu tenho o dinheiro lá, me esperando - conta Neuza, 62 anos, moradora do bairro de Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Após essa experiência, a carioca seguiu com seu seguro e incluiu os dois filhos como beneficiários.

- O dia em que eu faltar eles terão direito ao valor deixado por mim, inclusive com o seguro de assistência funeral, como aconteceu no caso do meu marido. Quando ele faleceu, vi como esse tipo de benefício pode ser útil – relata.

- A falta prematura de uma pessoa na família é a principal preocupação de quem faz esse tipo de contrato. É uma forma de garantir a estabilidade do dependente financeiro em caso de acidente ou de morte - explica Wagner Lima, superintendente comercial no Rio de Janeiro da Mongeral Aegon Seguros e Previdência. Para o seguro em caso de morte, há duas opções para o pagamento ao beneficiário: receber o valor integral da apólice ou em parcelas mensais por prazo pré-determinado.

Casos como o de Neuza são cada vez mais comuns, segundo o executivo. Muitos imaginam que os seguros de vida sirvam apenas para o caso de falecimento, mas há contratos que preveem proteção em caso de invalidez, temporária ou permanente, e até para quem for acometido por doenças graves.

Quem deve procurar proteção

Segundo Lima, não há uma recomendação padrão sobre quando se deve começar a fazer um seguro de vida. A decisão depende do momento pelo qual passa o segurado, quais são suas necessidades e expectativas – profissão, se tem filhos ou outro tipo de dependente e qual é a idade, por exemplo. Esse perfil é detalhado por um consultor de seguros. No caso da Mongeral Aegon, o corretor profissional passa pelo menos 40 minutos fazendo a coleta de informações para poder identificar qual é a necessidade de quem deseja contratar o seguro.  

- Um profissional a partir dos 30 anos, por exemplo, está em um período de crescimento na carreira, com sua trajetória em ascensão. Ao mesmo tempo, ele ainda não conseguiu acumular um patrimônio. Em casos assim, o seguro pode ser a melhor forma de proteger os seus dependentes financeiros ou até mesmo sua própria renda se acontecer alguma eventualidade – explica o superintendente da Mongeral Aegon.

Os imprevistos cobertos não se restringem aos casos de morte. Também é possível fazer uma proteção para invalidez, total ou parcial, causada por acidente ou doença. Nesses casos, o cliente pode contratar o benefício, recebê-lo de uma única vez ou mensalmente, como uma renda, pelo período definido em contrato. Dessa forma, o segurado mantém seu patrimônio financeiro e se protege de sobressaltos financeiros mesmo sem poder trabalhar, situações que muitas vezes acabam por virar uma fonte adicional de dor de cabeça em um momento tão difícil para toda a família. A situação pode ficar especialmente delicada para aqueles que têm filhos pequenos como dependentes financeiros ou então os pais idosos que recebem algum tipo de auxílio.

Fôlego para a superação

Outra modalidade de seguro que vem ganhando mais adesões, em parte como resultado do aumento de expectativa de vida dos brasileiros, é o de cobertura para doenças graves, como câncer, AVC, infarto, a maioria dos transplantes e Mal de Alzheimer, entre outras.

- As pessoas vivem em um ritmo cada vez mais acelerado, sob estresse, e muitos não se cuidam. Um seguro como esse, em que o contratante recebe uma indenização caso apresente uma dessas doenças, é uma alternativa para manter sua proteção financeira mesmo que tenha de se afastar do trabalho – afirma Lima.

O pagamento é feito de uma só vez depois de o problema de saúde ser diagnosticado. Assim, mesmo que o segurado não tenha conseguido acumular um patrimônio ao longo de sua vida profissional, especialmente se for mais jovem, terá à sua disposição um montante para custear o tratamento, como a compra de medicamentos ou a contratação de serviços de home-care, que por muitas vezes acabam por onerar o orçamento justamente em um período delicado.

Recomposição financeira

Lima explica que apesar de garantir o pagamento de um valor, o seguro de vida não deve ser confundido com investimentos.

- Seguro de vida não é para quem pensa em ficar rico, não é esse o propósito. Ele serve para recompor as finanças dos beneficiários. Pesquisas apontam que no caso de morte, por exemplo, a família leva de quatro anos e meio a cinco anos para se recuperar, tanto emocionalmente quanto financeiramente – diz o executivo.

Fundada há 184 anos, a Mongeral Aegon, associada ao Grupo Aegon – um dos dez maiores grupos de seguros e previdência do mundo - é uma das empresas mais antigas do Brasil. Com atuação nacional, hoje conta com 40 unidades de atendimento espalhadas pelo país e mais de 2,2 milhões de clientes.

Suas vendas consultivas são feitas por corretores parceiros. Toda sua atividade é fiscalizada e regulamentada pela Superintendência de Seguros Privados, a Susep, que autoriza e controla as atividades do setor.

logotipo zepol