União Seguradora - 55+ (51) 3061-9606

notícias

5 nov TR não deve ser aplicada na correção de benefício complementar, decide Segunda Seção
5 nov Combate ao mercado marginal une entidades estaduais e federais
5 nov Seguro pode ser alavanca para infraestrutura no novo governo
5 nov Seguradoras pressionadas com nova abordagem das normas IFRS
31 out Entre os poupadores, 20% pensam na aposentadoria
31 out Controle do dinheiro permite realizar sonhos futuros
31 out Estudo reforça a importância do corretor na venda de seguros
31 out Corretor de Seguros: o principal responsável pelo avanço do mercado segurador
26 out Setor de seguros deve aprender a lidar com a diversidade
26 out ?A longevidade é uma das grandes conquistas da humanidade. É hora de revermos nossos conceitos?
26 out Brasileiros contratam mais seguros para proteção pessoal
26 out Exemplo de Mediação para o Mercado Segurador
24 out Vale a pena investir na previdência privada para o meu filho?
24 out Dia Mundial da Estatística: saiba mais sobre os números do Seguro DPVAT
24 out Aquisições e fusões vão se intensificar no setor de seguros
24 out Cuidado! Você pode perder o seu Simples Nacional em 2019!
22 out Troféu JRS 2018
19 out Em 10 anos, Rio Grande do Sul terá mais idosos do que crianças
19 out Governo deve agir para que empresas tornem acessos IoT mais seguros, diz NEC
19 out A Palavra de Ordem é Inovação
19 out Seguradoras que transformam seus negócios e modelos operacionais podem obter US$ 375 bilhões em novas receitas, afirma estudo da Accenture
16 out Plenário pode votar projeto com novas regras para serviços de seguros
16 out Corretor de seguros não é um intermediário de negócios*
16 out Como escolher uma boa Previdência Privada?
16 out Cada vez mais cedo, brasileiros depositam confiança em previdência privada
11 out Dia da Criança
11 out Dia do Securitário
10 out Planejamento Financeiro e Previdência Privada
10 out Cresce número de consumidores que poupam acima de R$ 50 para os filhos, diz Boa Vista SCPC
10 out Ibovespa cai mais de 2%; investidor repercute declarações de Bolsonaro
10 out Dicas de Planejamento Pessoal
8 out Investidores devem ser conservadores com dinheiro nos próximos 180 dias
8 out Barreira cultural é principal desafio para assinatura eletrônica no Brasil
8 out Seguradoras adotam o uso de tecnologia 'vestível' para criar descontos
8 out Os melhores planos de previdência privada, segundo a Proteste
3 out Seguro de vida empresarial também é vantagem para o executivo
3 out Setor privado prepara projeto de reforma da Previdência para presidente eleito
3 out Congresso destaca oportunidades de negócios e função social dos corretores de vida e previdência privada
3 out CNSeg enviou documento aos presidenciáveis às vésperas das eleições
28 set Seguro de vida em grupo é disseminado, mas pode ser melhor apresentado
28 set Plano VGBL é porta de entrada na previdência
28 set Como negociar ao contratar um plano de previdência?
28 set Assistência digital de Seguradora chega ao Google Assistente e oferece vários serviços exclusivos
24 set Dívida Pública Federal sobe 0,98% em agosto para R$ 3,785 tri, diz Tesouro
24 set Economia de partilha. ?Vamos largar esta ideia de que temos de ser donos de tudo o que usamos? /premium
24 set XP lança robô para recomendar investimentos
24 set Competição em taxas é acirrada nos bancos
17 set União Seguradora comemora 105 anos no Acampamento Farroupilha
17 set Previdência: um dia você vai precisar dela
17 set Mercado segurador cresce apesar da instabilidade política
17 set Primeira turma do Programa Recomeço, desenvolvido pela Seguradora Líder, conclui qualificação
14 set União Seguradora comemora 105 anos.
12 set Seguro DPVAT: de janeiro a julho, Seguradora Líder identificou mais de 6,7 mil pedidos indevidos
12 set Confira os estados onde há vencimento do Seguro DPVAT no mês de setembro
12 set Resseguradores se reúnem em Mônaco; Swiss Re divulga estudo
12 set Projeto de Lei atribui novas responsabilidades à autorreguladora do mercado
10 set 'Pé de meia': confira o melhor investimento para cada fase da vida
10 set Processos Ágeis transformam modelo de negócios no setor de seguros
10 set 5 diferenciais para o corretor de seguros dos dias de hoje
10 set Transformação digital impõe desafios para lideranças do setor de tecnologia das seguradoras
4 set Reforma política coloca o benefício da previdência em pauta
4 set Segundo estudo, apenas 19% dos Brasileiros tem seguro de vida. Especialista dá dicas e ensina corretores de todo Brasil a escalarem seus negócios
4 set Poupança ainda é o investimento preferido do brasileiro
4 set Como o envelhecimento mudou nos últimos 20 anos
4 set Rombo da Previdência é de R$ 35 milhões e o déficit mensal do Paço atinge R$ 20 mi?
29 ago Transformação digital nos seguros: o suco de laranja e a redescoberta do risco
29 ago Mitos e Verdades da Previdência
29 ago Seguro ambiental obrigatório aprovado pela nova lei será um diferencial estratégico para as empresas
29 ago Apenas 18% dos brasileiros pouparam em junho, diz indicador da CNDL
24 ago Confira os investimentos que podem ajudar você a ter uma aposentadoria tranquila
24 ago Por que o brasileiro não pensa em aposentadoria; e como investir para chegar lá
24 ago Projeto permite que corretores de seguros atuem em licitações públicas
24 ago 5 sinais de que o mercado de ICO voltará a crescer
22 ago Que aposentadoria escolher
22 ago Setor cresce 1,7% no primeiro semestre
22 ago Corretores e seguradoras terão novas regras para guarda de documentos
24/08/2018

5 sinais de que o mercado de ICO voltará a crescer


Todos os dias, mais e mais previsões pessimistas sobre o estado da indústria de criptomoedas estão aparecendo online. Os especialistas apontam várias razões para isso: as startups que possuem ICOs não têm produtos finalizados, o crescimento da criminalidade e o fortalecimento da regulamentação estatal. No entanto, o mundo das criptomoedas não tem intenção de desistir tão facilmente. O mercado de ICO está de pé.
Se você der uma olhada mais de perto na situação, no entanto, verá que a conversa sobre o fim iminente das criptomoedas é muito exagerada.

1. O mercado está em transição para uma nova fase de desenvolvimento

De acordo com dados do IBRC (ICOBox Blockchain Research Center), desde o início do ano, a capitalização do mercado das criptomoedas caiu quase três vezes, de US$ 768 bilhões para US$ 254 bilhões. No entanto, quando comparado com o início de agosto do ano passado, a capitalização de mercado dobrou, o que está claramente em desacordo com as afirmações sobre a sua iminente ruína.
Além disso, se você olhar para a atividade dos apoiadores no mercado de ICO, a tendência aqui é ainda mais positiva. De acordo com os cálculos do tokendata.io, as startups de blockchain mantiveram 435 ICO no ano passado e US$ 5,6 bilhões foram coletados. Conforme relatado pelo site britânico coinschedule.com, até o início de agosto deste ano, investidores haviam participado de 706 ICOs e comprado tokens no valor de quase US$ 18 bilhões. Esta virada de eventos tem pouca semelhança com um enfraquecimento da tendência.
Analistas do IBRC apontam evidências claras de uma nova fase de desenvolvimento no mercado de criptomoedas e projetos de ICO. O número de grandes apoiadores prontos para fornecer recursos significativos para projetos está crescendo. Por exemplo, de acordo com as estimativas da consultoria internacional PwC no início de julho deste ano, o valor médio coletado por ICO aumentou para US$ 25,5 milhões, o dobro do valor de 2017.
De acordo com Nick Evdokimov, especialista internacional no mercado de criptomoedas e fundador do ICOBox, o mercado de ICO está longe de esgotar seu potencial.
“Estamos em um estágio muito inicial de desenvolvimento, por isso é ridículo dizer que o navio partiu ou que a compra de tokens não é tão vantajosa. Pelo contrário, isso é apenas o começo”, observou Evdokimov.

2. O crescente interesse de instituições financeiras tradicionais no mercado de criptomoedas

Segundo Evdokimov, o aumento do número de instituições financeiras tradicionais que participam do desenvolvimento do mercado de criptomoedas é obviamente também um sinal positivo. O anúncio recente da Goldman Sachs sobre a formação de uma divisão para trading de criptomoedas e seus planos de lançar um serviço para o armazenamento de tokens para investidores institucionais é uma confirmação direta dessa tendência.

3. A criação de sites regulamentados pelo governo federal para negociação de contratos futuros de bitcoin

Um evento ainda mais sério ocorreu neste mercado em 3 de agosto, quando o Intercontinental Exchange (ICE), o maior pregão mundial de instrumentos financeiros, anunciou a criação da joint venture Bakkt. Em novembro deste ano, a Bakkt fornecerá aos traders uma plataforma “regulamentada pelo governo federal” para o comércio de futuros de bitcoin e um serviço de custódia para ativos criptografados.
Os parceiros da ICE nesse empreendimento são a Microsoft, Boston Consulting Group, Starbucks, principais fundos hedge, fundos de capital de risco e fundos especializados em projetos de criptomoeda, como Pantera Capital e Protocol Ventures. Embora a Starbucks tenha anunciado imediatamente que seu “Frappuccino® não pode ser comprado diretamente com bitcoins”, para todos os efeitos, a criptomoeda será aceita para pagamento após conversão para dólares americanos na plataforma Bakkt usando um aplicativo especial que está sendo desenvolvido pela Starbucks.

4. Os criptoativos estão começando a ser usados ??como um veículo de investimento

No entanto, a decisão da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) de listar o primeiro fundo negociado em bolsa (ETF) de bitcoin na CBOE talvez tenha o efeito mais tangível, pelo menos a curto e médio prazo. Segundo algumas estimativas, essa decisão é esperada para setembro, e muitos analistas acreditam que a decisão pode muito bem ser favorável. Se isso acontecer, o fundo será negociado em uma bolsa que está completamente sob a supervisão dos reguladores financeiros dos EUA. Foi a falta de tal supervisão que serviu de base para a recusa da SEC de listar um ETF similar no final de julho de 2018.
A aparição deste fundo no mercado provavelmente daria um poderoso impulso ao desenvolvimento e uso de criptoativos como um veículo de investimento. Afinal de contas, no momento presente, os fundos de aposentadoria e as seguradoras, principais investidores institucionais, não têm o direito de depositar seu dinheiro em criptoativos. Portanto, uma decisão favorável da SEC abriria as portas para bilhões em financiamento potencial e startups um ímpeto ainda mais forte para entrar no mercado de ICO e emitir seus próprios tokens.

5. Interação entre startups e fundos e a chave para o uso generalizado de tokens como valores mobiliários

Especialistas acreditam que o trabalho de startups com fundos é um pouco mais eficaz de diversificar uma base de financiamento e garantir o gozo mais amplo de tokens por traders de varejo. Para o fim, os tokens que são fornecidos aos investidores, devem ser exibidos como tokens de utilidade, exigidos para a compra de produtos ou serviços da startup e não são sujeitos a regulamentação, ou como security tokens (valores mobiliários).
“Mais e mais ICOs estão aparecendo, estruturando seus tokens como security tokens sob a ajuda dos EUA e trabalhando com investidores credenciados internacionalmente”, acrescenta Nick Evdokimov.
Ele também recomenda que os investidores considerem uma possibilidade de trabalhar com ICOs de uma startup bem sucedida através de fundos.
“O fundo entra na startup como um comprador de token por atacado e recebe um bom preço. Se tomar essa decisão de forma independente, isso significa que ela fez sua própria pontuação interna, economizando, assim, algum esforço para o investidor. O fundo pode chegar a um acordo com a startup em termos absolutamente únicos, como hedge ou a realização de transações mistas com os fundos coletados. Então, preste atenção em quais fundos se juntaram à startup, e se você puder se envolver com um fundo em vez de se envolver diretamente, não perca sua chance”, recomenda o especialista do mercado.

Fonte: Portal do Bitcoin
logotipo zepol